ECONÔMIA

05/12/2014 16:32

Cálculo é do IBGE; para fechar como 2013 (5,91%), precisa de até 0,30%.
Reajuste de 3% na gasolina pode impactar IPCA de dezembro.

 
 
 

A inflação precisa ficar em até 0,86% em dezembro para não estourar o teto da meta estabelecida pelo governo para 2014, segundo cálculo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desde agosto a inflação vem estourando o teto da meta no acumulado em 12 meses, de 6,5% (a meta é de 4,5% no ano, com tolerância de 2 pontos a mais ou a menos. A inflação, portanto, pode ficar em até 6,5% sem descumprir formalmente a meta). Em novembro, o IPCA acumulado ficou em 6,56%. Essa meta, no entanto, só vale para anos fechados – ou seja, o governo só terá descumprido a meta se a inflação em 12 meses seguir acima de 6,5% em dezembro.

De acordo como IBGE, para repetir o resultado de 2013, quando o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o ano em 5,91%, a taxa de dezembro deve ficar ainda menor, em 0,3%, apontou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do órgão. A taxa não fica nesse patamar desde agosto deste ano.

“O que vai acontecer ao fechar o ano é que nós vamos trocar uma taxa de 0,92%, que foi uma taxa alta, a taxa de dezembro de 2013, por uma outra ainda não conhecida, que o IBGE vai medir. O que nós temos visto ao longo dos últimos meses é que a taxa está girando em torno de 6,5%. Em poucos meses nesse ano, a taxa ficou abaixo desse número – então, ao medir o resultado de dezembro, nós vamos ver se essa tendência dos últimos meses vai se comprovar”, declarou Eulina.

Segundo a especialista do instituto, o reajuste de 3% na gasolina – que chegou às distribuidoras em 7 de novembro, pode impactar o IPCA de dezembro. O peso da gasolina na inflação geral do país é de 3,72%.

“No próximo mês, do que temos conhecido até agora, não há administrados relevantes. A menos da gasolina, já que nesse mês de novembro nem todo o reflexo sobre as bombas foi absorvido, foi apropriado no IPCA, já que o reajuste foi a partir do dia 7 de novembro. Uma parte da gasolina ainda vai impactar o mês de dezembro”, afirmou Eulina.

Inflação fica em 0,51%
A inflação oficial do país em novembro ficou em 0,51% em novembro. No mês anterior, havia sido de 0,42%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado de 12 meses, a inflação ficou em 6,56% e se manteve acima do teto da meta do governo, de 6,5%, pelo 4º mês seguido. No acumulado do ano, até novembro, o índice é de 5,58%. Em novembro de 2013, a taxa havia sido de 0,54%.

Cf: site:http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/12/inflacao-precisa-ficar-em-ate-086-em-dezembro-para-nao-estourar-meta.html, acessado em 05 de dezembro de 2014, ás 16 e 34 minutos.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

FESTA JUNINAS 

 

No Brasil, por exemplo, o mês de junho é marcadamente, por festas populares, as chamadas festas juninas. O nesse período sobretudo, no nordeste do país, algumas cidades se destacam por ser marcar registradas nesse ramo das quadrinahs juninas. Entre elas se destacam, Campina grande/PB, Fortaleza/CE, Caruaru/PE e Morossó/RN entre tantas outras cidade ou povoados no longo territorrio brasileiro.

As festas juninas são, na sua essência, multiculturais, embora o formato com que hoje as conhecemos tenha tido origem nas festas dos santos populares em Portugal: Festa de Santo Antônio, Festa de São João e a Festa de São Pedro e São Paulo principalmente. A música e os instrumentos usados (cavaquinho, sanfona, triângulo ou ferrinhos, reco-reco etc.) estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos para o Brasil pelos povoadores e imigrantes do país irmão. As roupas caipiras ou saloias são uma clara referência ao povo campestre, que povoou principalmente o nordeste do Brasil e muitíssimas semelhanças se podem encontrar no modo de vestir caipira tanto no Brasil como em Portugal. Do mesmo modo, as decorações com que se enfeitam os arraiais tiveram o seu início em Portugal, junto com as novidades que, na época dos descobrimentos, os portugueses trouxeram da Ásia, como enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora, por exemplo. Embora os balões tenham sido proibidos em muitos lugares do Brasil, eles são usados na cidade do Porto em Portugal com muita abundância e o céu se enche com milhares deles durante toda a noite. A dança de fitas típicas das festas juninas no Brasil é, provavelmente, originárias da Península Ibérica.
Essas festas, não são marco unico do nordeste do país, mas outras regiões, de acordo com suas culturas festejam o mês de junho. Por exemplo,  essas festas juninas  podem ser divididas em dois tipos distintos: as festas da Região Nordeste e as festas do Brasil caipira, ou seja, nos estados de São Paulo, Paraná (norte), Minas Gerais (sobretudo na parte sul) e Goiás.

Ainda com destaco para  Nordeste brasileiro, que comemora com pequenas ou grandes festas que reúnem toda a comunidade e muitos turistas, com fartura de comida, quadrilhas, casamento matuto e muito forró. É comum os participantes das festas se vestirem de matuto, os homens com camisa quadriculada, calça remendada com panos coloridos, e chapéu de palha, e as mulheres com vestido colorido de chita e chapéu de palha.

No interior de São Paulo, ainda se mantém a tradição da realização de quermesses e danças de quadrilha em torno de fogueiras.

(Cf. http://pt.wikipedia.org/wiki/Festa_junina, acessado em 25 de junho de 2014, ás 19: 45min).

_____________________________________________________________________

 

 

Mulher deu à luz na prisão após ser condenada por negar o Islã.
Sentença provocou fortes críticas de vários governos ocidentais.

Segundo o site Globo.com, ao noticiar que Meriam, sudanesa cristã que foi condenada à morte por negar o Islã foi libertada depois de dar à luz na prisão, informou um de seus advogados nesta segunda-feira (23).

"Meriam foi libertada há cerca de uma hora", afirmou o advogado Mohamad Mustafa.

A condenação à forca de Meriam Yahia Ibrahim Ishag em 15 de maio passado provocou fortes críticas de vários governos ocidentais e grupos de direitos humanos.

A mulher, filha de um muçulmano, foi condenada pela lei islâmica que proíbe as conversões, depois de ter se casado com um cristão com quem já tinha um filho de 20 meses.

Ela também foi condenada a 100 chicotadas por adultério, já que, segundo a interpretação sudanesa da sharia, as uniões entre uma muçulmana e um não-muçulmano são consideradas traição conjugal.

Quando foi condenada, a mulher estava grávida e deu à luz uma menina 12 dias depois do veredicto.

Experiencias como essa são comum no mundo afriacano. No entanto, há também fato que sufoca sociedade ou até mesmo determinado grupo, etnia. Com efeito, falta soluções para que as pessoas possam viverem dignamente, sem contudo, não ter seus direitos violados. A fragilidade liberdade, na otica da expressão religiosa e sexual, no mundo africano, ou em  boa parte desse continente, ainda é muito reduzi ou ainda, quase inexistente.
O continente africano tem seu jeito próprio de ser. Sua cultura bela e de grandes encantos, porém, o povo vivem numa liberdade reduzida a norma majoritaria. Resta a cada um procurar viver segundo os costumes e normas daquele continente.

(Cf: site: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/06/sudanesa-crista-condenada-a-morte-e-libertada.html, acessado em 23 de junho de 2014, as 15hs).

__________________________________________________________________________________________________________________________________

COPA DO MUNDO NO BRASIL

 

Iniciou-se, ontem a copa do mundo, no qual, o Brasil é a sede desse mundial. Sobre protesto, a seleção brasileira abre esse evento enfrentando a seleção da Croácia. Em alguns estados da federação, houve manifestação a esse grande evento que abarca inumeras pessoas. Se sabe exatamente, que houve muito dinheiro destinado a esse evento, enquanto os maiores problemas do país, há pouco investimentos, e quando há, ainda são mal destinados, a esses destinos; area da saúde, educação, segurança pública, moradia, reforma agrária e tantos outros. Esse evento tem muito a nos dizer! Estamos também em ano eleitoral. Será que não é tempo de responder, aos oliticos que pouco querem o bem comum? Muito são eleitos sobre promessa de melhorar certas realidades, no entanto, pouco se fazem. Sendo assim, o povo brasileiro tem experimentado situações de descaso. Uma sociedade que não há melhoria. Realidade de boa apareça e  que não se sustenta, segundo os politicos querem mostrar a quem vem ao evento da copa. Infelizmente, governantes não estão preocupados com seu povo brasileiro, mas talvez com o que elem lucram em cima da população brasileira. Segue-se a copa e que todo transcorra bem. Que Deusabençoe esse evento e todo povo seu. fiquemos apenas na torcida, para que tudo transcorra bem.

_________________________________________________________________________________

 

 

o que governates quer mostrar para o mundo aquilo que de fato o país sede não 

 Vítimas estavam em ônibus que tombou na BR-020

 

Um ônibus de viagem tombou na manhã deste domingo (18), e deixou 18 mortos e dezenas de feridos na BR-020, no interior do Ceará. O acidente foi por volta das 9h, na cidade de Canindé. O ônibus da empresa Viação Princesa dos Inhamuns saiu de Boa Viagem às 7h e chegaria às 11h em Fortaleza.

Os corpos foram encaminhados ao Insituto Médico Legal (IML) de Canindé.

Segundo relato do motorista, ele teria tentado desviar de uma moto e perdeu o controle do veículo. A Polícia Rodoviária Federal o submeteu ao teste do bafômetro, que deu negativo.  

Cf. Site: http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/acidente-grave-deixa-pelo-menos-20-mortos-no-interior-do-ceara-101120.html